Sindicatos convocam assembleias sobre acordos específicos do Santander

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) encaminhou, na segunda-feira (3), um comunicado orientando os sindicatos a realizarem assembleia dos bancários do Santander até o dia 11 de setembro. Em pauta estará a deliberação sobre o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que terá validade até 2020, o acordo específico do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e os termos de compromisso para manutenção do Banesprev e da Cabesp.

“No Encontro Nacional, os bancários do Santander definiram que, neste ano a prioridade seria a manutenção dos direitos. Conquistamos esse objetivo e ainda um reajuste maior para o piso da PPRS do que os 5% conquistados na mesa de negociações da Fenaban”, afirmou Mário Raia, secretário de Assuntos Socioeconômicos e representante da Contraf-CUT na mesa de negociações com o Santander. “Por isso, a Contraf-CUT recomenda a aprovação dos acordos”, completou o dirigente sindical. Os respectivos documentos já foram enviados aos sindicatos.

Em reunião de negociação entre a Contraf-CUT, representantes da COE Santander e do banco, realizada em São Paulo na sexta-feira (31/08), ficou estabelecida a manutenção do ACT passado, bem como a melhora de algumas cláusulas.

Manutenção da ultratividade
As assembleias precisam ser realizadas até o dia 11 de setembro para que seja possível a assinatura do novo ACT, agendada para o dia 14. O banco assinou um acordo garantindo a validade das cláusulas do acordo anterior até o dia 13.

Leia também:
     > Bancários do Santander conquistam renovação do ACT

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram