Sindicato de Londrina (PR) protesta contra demissão no Itaú

Nesta terça-feira (28) mais uma agência do Itaú está sendo atingida pela Operação “Demitiu, Parou”, a segunda promovida em uma semana pelo Sindicato dos Bancários de Londrina em defesa dos empregos no banco.

O protesto está ocorrendo na unidade de Centenário do Sul, onde foi dispensado um bancário que tinha mais de 30 anos de serviços prestados ao banco.

Para Cesar Caldana, diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina, a agência já possui um quadro enxuto e inadequado para dar conta da demanda dos serviços, o que precariza as condições de trabalho, bem como o atendimento a clientes e usuários.

"Não podemos concordar que uma instituição que vem obtendo lucros bilionários nestes últimos anos, mantenha uma política de desestruturação de agências e extinção de postos de trabalho com a única finalidade de cortar gastos com a folha de pagamento”, criticou.

Entre janeiro e setembro deste ano, o Itaú obteve R$ 16,8 bilhões de lucro líquido e somente com o que arrecadou com receitas secundárias consegue cobrir 161,6% das despesas com pessoal.

“Sem dúvida, não existem justificativas para esse massacre aos empregos praticado pelo Itaú”, concluiu o dirigente sindical.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram