Paraná: Consulta mostra que bancários estão dispostos a deflagrar greve

Os resultados da Consulta aos Bancários das bases dos 10 sindicatos filiados à Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Estado do Paraná (Fetec-CUT/PR), revelam 34,94% dos 4.782 bancários e bancárias que responderam ao questionário estão dispostos a realizar greve para manter ou melhorar os direitos previstos na sua Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) nas negociações com os bancos neste ano, segundo informações do site Vida Bancária, mantido por sindicatos dos bancários de, Apucarana, Arapoti, Cornélio Procópio e Londrina.

Outros 23,61% preferem trabalhar na “contingência”, enquanto 10,02% disseram que irão trabalhar na “contingência”, mas estão conscientes de que não irão produzir. Houve ainda 12,38% que remeteram a decisão para a assembleia, mas não pretendem participar das atividades de pressão contra os bancos. Outros 3,89% não farão greve em hipótese alguma, pois acreditam que os direitos previstos na CCT estariam garantidos de qualquer forma. Não quiseram se posicionar a respeito de greve 15,16%.

Em relação à pergunta sobre reajuste nos salários, 40,42% acreditam que não será possível zerar as perdas este ano, mas 33% estão confiantes nesta possibilidade. Para 21,54% a categoria vai conquistar aumento real em 2018, a exemplo dos últimos anos.

A Consulta também levanta as prioridades da Campanha Nacional Unificada 2018. Entre os bancários do Paraná que responderam à consulta, a Remuneração e PLR (Participação nos Lucros e Resultados) é destacada como prioridade para 38,84%. Para 34,51% a luta em defesa do emprego é essencial, enquanto 25,49% estão preocupados com a saúde e as condições de trabalho.

Antonio Pereira da Silva, diretor do Sindicato dos Bancários de Apucarana, vê com preocupação o fato de 66,08% dos 4.782 bancários e bancárias que responderam à Consulta terem afirmado desconhecer que direitos atuais, como o Vale-alimentação, Vale-refeição e outros auxílios podem perder a validade caso não sejam renovados na Convenção a ser celebrada com os bancos.

Os dados da Consulta realizadas nas bases cutistas do Paraná serão encaminhados para a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), que centralizará as respostas de todo o país para subsidiar os debates e definições a serem tiradas na Conferência Nacional dos Bancários, que será realizada entre os dias 8 e 10/06, em São Paulo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram