Bancários do Piauí dialogam com a população em Dia Nacional de Defesa da Caixa

Dialogando diretamente com a população, o Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI) distribuiu Carta Aberta e paralisou por 02 horas o atendimento da agência Caixa Conselheiro Saraiva, na praça Rio Branco, no Centro de Teresina, nesta sexta-feira (15/03), no Dia Nacional de Luta em Defesa da Caixa Econômica.

O presidente do SEEBF-PI, Arimatea Passos, ressaltou o esclarecimento sobre o papel dos bancos públicos. “A importância dos bancos públicos no Brasil é imensa e no nosso Estado é fundamental. Os bancos públicos financiam o desenvolvimento, por isso se torna ainda maior a importância. É importante também que a população entenda que essa é uma mobilização em defesa da sociedade, do comércio, da atividade agrícola, pequenos e médios empresários. Que as pessoas que estão aqui na porta do banco ou passando pela praça tomem conhecimento da importância desses bancos públicos”, Afirmou Arimatea.

A diretora do SEEBF-PI e membro da Fenae, Francisca de Assis, comentou que as medidas que estão sendo tomadas pelo Governo Federal têm o objetivo claro de reduzir e privatiza os bancos públicos, por isso é uma preocupação permanente para os trabalhadores e a para a população.

“O Piauí é o estado que tem o menor número de agências bancárias do Brasil, ao mesmo tempo é também o estado que tem o maior número de agências do setor público no interior. Imagine reduzindo as agências, os empregados e as operações dos bancos públicos, o que vai sobrar no interior do Piauí? Os bancos públicos cumprem o papel, em nome do Governo, de financiar o desenvolvimento das áreas mais pobres. A redução desses bancos, dos empregados e do atendimento à população é uma preocupação que estamos denunciando e pedindo o apoio da sociedade. Todos nós temos a obrigação de defender os serviços públicos e cobrar a obrigação pública e social que os governos têm que ter”, disse De Assis.

O vice-presidente do SEEBF-PI, Odaly Medeiros, destacou a luta do sindicato em defesa da Caixa em benefício da sociedade. “Sempre estivemos na defesa desses bancos públicos. Estamos socializando com o povo o que de fato está acontecendo e que a grande imprensa não mostra. O governo tem medidas para privatizar e por isso é importante distribuir uma carta à população sobre os riscos e ameaças que nossos bancos públicos estão sofrendo. Nosso sindicato é de luta. Estamos completando 65 anos de muitas lutas e conquistas. Estamos aqui mobilizados em defesa da Caixa que é um banco fundamental para o Brasil e principalmente para a população mais pobre”, afirmou.

Glória Araújo, presidenta da Apcef Piauí, também destacou a defesa da Caixa em benéfico da sociedade. “É necessário envolver todas as entidades, políticos, população e clientes. Se todos estiverem em defesa vamos conseguir resistir a esses ataques. Tudo isso é prejudicial para a população menos favorecida, que é quem mais depende dos serviços públicos. Se não fizermos essa defesa do que é público, quem vai sofrer é a população de baixa renda”, comentou.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram